Luísa Rocha

 

Começou cedo a cantar fado – pelos cinco anos de idade. Em 2002 fez parte do elenco musical do projecto “EntreVozes”. Ano rico, já que na mesma altura foi também convidada por Alexandra, para fazer parte do elenco “Marquês da Sé” - onde permaneceu durante 3 anos.

Em 2005, faz parte do elenco do “Clube do Fado” a convite de Mário Pacheco.

Participou no projecto com poesia de António Manuel Morais, “Fadário” onde canta três fados (“Eu sonho de tudo um pouco”, “Era o Fado era o Vinho”, e “Homenagem”). Participou no filme “Amália, a Voz do Povo”, onde é a única fadista a dar voz a um fado, no papel de D. Ercília Costa – “A Santa do Fado”.