Raquel Tavares



Página Oficial


“Fala da Mulher Sozinha”

Aos cinco anos foi escolhida pela educadora do seu ATL para cantar Tudo Isto é Fado porque tinha aspecto de fadista, a partir daí nunca mais parou. A sua estreia dá-se no dia 7 de Abril de 1991 no Alto do Pina, o bairro onde residia.

Seguiram-se depois uma série de espectáculos em colectividades, academias de recreio e tascas. Aos 12, começa a participar em concursos de fado de norte a sul do país, conquistando 12 primeiros lugares entre eles, a Grande Noite do Fado no Coliseu dos Recreios em 1997 na categoria de Juvenis.

Aos 17 começa a cantar profissionalmente pela mão de Fernando Maurício no restaurante Os Ferreiras, seguiu-se o Café Luso, Forcado, O Faia, Adega Machado, Adega Mesquita, Sr. Vinho, e finalmente o Bacalhau de Molho, a casa onde ainda canta. Entre as vozes que mais a influenciaram, encontram-se Fernando Maurício, Hermínia Silva, Lucília do Carmo, Maria José da Guia, Berta Cardoso e Beatriz da Conceição.

Em 2006 edita o seu primeiro disco homónimo. No mesmo ano, ganha o prémio Revelação Amália Rodrigues e o Prémio Revelação Casa da Imprensa.

Em 2008 edita o segundo disco, “Bairro”. Desde 2010 que a cantora integra o elenco da peça Sombras, encenada por Ricardo Pais, tendo já sido apresentada em São Paulo, Rio de Janeiro e Moscovo, país onde regressará ainda este ano.

Em Novembro de 2012 e em plena Capital Europeia da Cultura, partilhou o palco com Ivan Lins, num fabuloso concerto de homenagem a um dos mais importantes artistas do nosso tempo. Este convite valeu a Raquel Tavares mais uma participação em Janeiro de 2013 em pleno Rio de Janeiro, num esgotadíssimo espectáculo de Ivan Lins.

Este ano fez parte da comitiva presidencial na visita oficial à Colômbia, onde também se apresentou ao vivo, cantando para o nosso representante oficial e para o Presidente da Colômbia.